sábado, 11 de junho de 2016



em junho os caracóis
aparecem nas calçadas e as portas
incham, pra quase não
fechar, deixando abertas
as possibilidades. chove
dentro dos quartos e com os colchões
molhados, temos a chance de dormir
no chão da sala. em junho
os caracóis aparecem
nas calçadas e desaparecem
navios de meus
8 anos, sob o sopro de salitre
que embaça a vitrine
onde guardo
a infância e outras quinquilharias. os caracóis
em junho, aparecem nas calçadas e faço
acordos com a gravidade,
pra levitar ao menos
2 centímetros acima desse líquido
escuro que escorre da boca
de tantos e cai sobre
as máscaras e os caracóis nas calçadas
de junho.