segunda-feira, 12 de outubro de 2015

[essa não sou eu criança, mas gostaria que uma de minhas fotos de infância fosse assim:]

céu de amarelinha

há uma menina, em minha
memória, pra sempre
na varanda, só de calcinha,
puxando com o rodo, a chuva
pra dentro de casa.

Nenhum comentário: