domingo, 9 de setembro de 2012

poesiamobília [de vento]

ou móbilepoesia
.
.
no santo antônio além do carmo:

                        móbile_zen


na ribeira:
móbile_hélio
móbile_hélio


na praça castro alves:
móbile_plan[t]ar

móbile_plan[t]ar

móbile_plan[t]ar

móbile_SEReia

móbile_SEReia

na estação de trem da calçada:
móbile_temPÓS

móbile_temPÓS

móbile_temPÓS

no santo antônio além do carmo:

                   móbile_transcendenTAO


vídeos com silvana rezende

 

10 comentários:

Anônimo disse...

vixe, gostei.pfreitas

Sueide Kintê disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sueide Kintê disse...

Obrigada Karina pelo buquê de palavras flutuantes. Poemas simples são como reza: depois de ler a gente suspira fundo de diz: valeu!

Rafael Geremias disse...

Adoro a forma que você difunde poesia.

Felicidade Clandestina disse...

simples e muito bonito.

Aurea Abensur disse...

Este poetar ao vento só podia vir de ti minha menina adorada.Como tua marca registrada,chega penetrando na alma de quem lê, lindamente. Te amo... mamãe

Naiana P. de Freitas disse...

Super Legal!

Isso sim que é brincar com as palavras!

Lindo!
:D

Camila disse...

Ah... Vocês deixam Salvador muito mais bonita.

Um beijo e meu amor.

Sarah disse...

Quanta delicadeza reunida, Karina! E como é saborosa sua forma de materializar a leveza das palavras! São lindos seus presentes para o mundo, menina.

E que muitos outros regalos venham.

Sarah

Anônimo disse...

Queria estar no balanço como o menino, olhar pra cima e ver palavras voando. Que lindo! Milena