domingo, 15 de abril de 2012

vixe

entre fantasmas, 
leões e escuro...
ainda tenho mais medo de mim!

4 comentários:

Anônimo disse...

Karina, comprei seu livro na Livraria Cultura e desde então ele me acompanha!
Aproveito para desejar feliz dia do livro pra você, em homenagem ao "livro do quase invisível".
Com admiração,
Janice

karina rabinovitz disse...

oba Janice! que bom! muitíssimo obrigada.

Anônimo disse...

Isso é um poema? Porque para mim é, no máximo, uma anotação para desenvolver um poema (um poema ruim, claro).
Li alguns "poemas" seus e fiquei assustado. Tudo impublicável, um monte de trocadilhos - o mais pobre expediente até em piadas - e jogos de palavra, e nenhuma técnica, nenhum conhecimento de poética e, o que é pior, originalidade alguma. Tudo o que vc escreve, do que li, é assustadoramente banal, s em inspiração, sem qualquer característica que a filie à mãe das artes, a Poesia.

Felipe Almeida

karina rabinovitz disse...

é que eu faço poesinha, felipe almeida anônimo.