quinta-feira, 15 de novembro de 2012

exercícios calixto

1.
marcamos o encontro
eu, a morte, william e ingmar,
toalha quadriculada arrumada há séculos
piquenique à beira mar,
frutas de metal enferrujado.
a maresia comeu tudo.

william com a caveira na mão,
ingmar trouxe o sétimo selo e desvarios,
a morte, o seu beijo
e eu comi tudo, a ver navios.

---

2.
ando sem pique
pra piquenique,
sentar no chão,
toalha quadriculada com desenhos de caveira,
espantar formiga. não.
prefiro meu cheesecake,
com talheres de metal leve,
na cafeteria com vista pro Tejo,
onde tomo meu capuccino, no ar condicionado,
e lembro nosso primeiro beijo.

---

3.
cavei buracos pras minhas caveiras cotidianas,
desarmei minha armadura de metal,
agora só ando coberta de beijos.
minha última ceia será um piquenique
com todos meus inimigos,
tomaremos absinto
e nadaremos nus.
sinto muito,
não sei viver!
se não for assim.



> 3 poemas do exercício 1 = 10 versos com as palavras piquenique, metal, caveira e beijo*
 


------------------------------


pela bahilha afora eu vou bem sozinha
sigo costurando há anos
a bainha dessa baía
que me veste.

as espumas das ondas
que lambem meus olhos
são as rendas desse vestido.

no tempo certo estará pronto
e eu vou passear
enfeitada de mar:

talvez passe na padaria

compre um saco de sonhos
e coma na praça dos 15 mistérios,
talvez me perca na liberdade
ou encontre uma princesa
isabel?
talvez dance no largo
dos aflitos ou empine
meu coração no céu da boca
do rio, junto com as outras
pipas coloridas.

mas por enquando sigo
costurando há anos
a bainha dessa bahia
que me despe.

> poema do exercício 4 = poema livre sobre salvador, aproximando-se de uma ode*
---
poemas criados a partir de exercícios* propostos na oficina de poesia de Fabiano Calixto - poesia S.A.  

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

caso e descaso

estes foram dois dos poemas que li no sarau do festival latitudes latinas (algumas fotos AQUI):


caso (pra ouvir o poema clique AQUI)
nesse nosso caso
acaso
venhamos acasalar,
teremos que
consumar o caso:
virarmos casal.
afinal
a casa
do amor 
está sempre aberta
como a asa
de um pássaro
em vôo.
nesse nosso caso
será amor
sem ocaso
 


descaso (pra ouvir o poema clique AQUI) 
o destino que me valha!
você deixou seu fósforo aceso
dentro de minha vida de palha.

domingo, 9 de setembro de 2012

poesiamobília [de vento]

ou móbilepoesia
.
.
no santo antônio além do carmo:

                        móbile_zen


na ribeira:
móbile_hélio
móbile_hélio


na praça castro alves:
móbile_plan[t]ar

móbile_plan[t]ar

móbile_plan[t]ar

móbile_SEReia

móbile_SEReia

na estação de trem da calçada:
móbile_temPÓS

móbile_temPÓS

móbile_temPÓS

no santo antônio além do carmo:

                   móbile_transcendenTAO


vídeos com silvana rezende

 

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

de_ver_gente

minha poesia de_ver_gente

dia 14/setembro (sexta-feira): 
encontro de literatura divergente
biblioteca temática de poesia alceu amoroso lima
pinheiros, são paulo/sp

e dia 15/setembro (sábado):  
ação poética nas comunidades - alagados
espaço cultural alagados
fim de linha do uruguai, salvador/ba



































nesta ação poética, vamos levar a proposta:
"com poesia se brinca!"

interveção1: lambe-lambe poesia

intervenção2: alagados de poesia
dentro de um balão azul (rasga-saco), poemas que vão voar. os que estiverem por perto serão alagados de poesia.


intervenções poéticas em parceria com silvana rezende

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

do divã



pra ler o poema clique AQUI


poesia eletrônica:
poema e voz_karina rabinovitz
desenho de som e edição_silvana rezende

prêmio roquette-pinto
promoção_arpub
apoio_ministério da cultura
patrocínio_petrobrás

sábado, 28 de julho de 2012

segunda-feira, 23 de julho de 2012

poesia no olho [da rua]


espalhamos a poesia no olho
[da rua]

das ruas de Garanhuns/PE, no FIG-2012 (Festival de Inverno de Garanhuns).
clica AQUI ou AQUI ou AQUI ou AQUI
pra ver!


intervenções_urbano_poéticas,
de karina rabinovitz e silvana rezende

foto_edmar melo (secult-PE)

sexta-feira, 15 de junho de 2012

o lançamento é agora, aqui!

poesinha pra caixinha [de fósforo]

você está na festa de lançamento do meu 3º livro de poemas.
um brinde!


















a venda do livro é feita por email.
5 opções de capa, você escolhe a que quiser (abaixo).
os 30 primeiros pedidos ganham frete grátis!

pra ver maior, clique na foto


















contém: 33 poesinhas luz, 11 poesinhas fogo


instruções para a compra: 
1. manda email para poesinha.caixinha@gmail.com,  dizendo que quer comprar o livro e qual das capas prefere
2.  recebe os dados bancários, faz o depósito, manda o comprovante de depósito e o endereço de entrega
3. recebe o livro em casa!

livro feito à mão.
fabri[n]cado por_karina rabinovitz e silvana rezende 

domingo, 27 de maio de 2012

nossa equação [ecoa]


fantasia em dobro + delícia2 + reticências = 
fogos de artifício por dentro

tempo < o desejo = a saudade > espaço

cotidiano fila no banco tv ligada = 
rede e vasos de flores na varanda

x + y = nós [infinitas incógnitas] = raiz 

segunda-feira, 14 de maio de 2012

sentido


mesmo aqui parada
ou sem saber pra onde
ou sem querer mais nada
continuo seguindo
em direção ao mar.


quinta-feira, 26 de abril de 2012

fabricando [brincando] poesia - parte 2

dia 05/05 (sábado) tem mais!


















 dia 14/04 foi mais ou menos assim:

















(fotos_alexandre gusmão)

a participação é gratuita

domingo, 15 de abril de 2012

domingo, 8 de abril de 2012

cavando poesia

[amaciando pedras ou perdas]


ação_urbana_poética de karina rabinovitz e silvana rezende

criada especialmente para a área da comunidade do solar do unhão, como parte da ação poética nas comunidades, promovida pela Fundação Cultural do Estado da Bahia e MAM_BA

































mais fotos desta e de outras intervenções poéticas dessa ação clique AQUI

e mais poema "condição humana", dois posts abaixo

sexta-feira, 6 de abril de 2012

fabricando [brincando] poesia:



















a participação nas oficinas é gratuita. informações para inscrições no telefone acima.

pra ver todo o programa educativo da Caixa Cultural Salvador - abril e maio, é só clicar AQUI

domingo, 25 de março de 2012

condição humana






existir num limite de chão
precisar de dinheiro
limite ser corpo
ter dor, fome, cheiro.
pouco jardim
muito não.

elaborar planos pensar
organizar tudo como deve ser
no seu devido lugar.
afazeres enfadonhos.
ter massa, volume.
sonhos.
sonhos.
sonhos.
sonhos.
sonhos.
sonhos.
sonhos.
sonhos.



poesia eletrônica:
poema e voz_karina rabinovitz
desenho de som e edição_silvana rezende

prêmio roquette-pinto
promoção_arpub
apoio_ministério da cultura
patrocínio_petrobrás 

quinta-feira, 22 de março de 2012

uma pitada de sarau

poema atenção ou a tensão
e trecho do poema rearrumação*
(*pra ler o poema inteiro, clique aqui)



minha pitada em
"uma pitada de sarau",
com João Figuer, direção de Fernando Ishiruji

fotos dos eventos de março aqui

quarta-feira, 7 de março de 2012

sábado, 25 de fevereiro de 2012

dia-a-dia


se tiver que recuar
seja como esta lua
que mingua
com brilhobeleza
e certeza latente
que mais um pouco
vai ser de novo
crescente.